Consulta Seguro Desemprego

A consulta do Seguro Desemprego pode ser feita pela internet, por qualquer trabalhador que tenha registro CLT – Consolidação Das Leis do Trabalho. O cidadão que necessita de consultar informações sobre seu benefício, como valor dos pagamentos, número de parcelas e data em que o dinheiro estará disponível para saque, podem utilizar o site do Ministério do Trabalho de forma gratuita. Confira mais detalhes abaixo.

O Seguro Desemprego é um direito de todo trabalhador demitido sem justa causa no Brasil. Saiba como dar entrada no benefício, quem tem direito em receber e como calcular o valor do benefício. É um direito assegurado aos trabalhadores. Trata-se de um auxílio prestado temporariamente aos colaboradores que perderam seu emprego sem a chamada justa causa. Para te direito a esse benefício financeiro, é preciso preencher alguns requisitos. Mas para aqueles que tem dúvidas sobre estas obrigações, podem verificar informações do seguro pela internet.

Leia: Eu tenho direito em receber?

Consulta Online do Seguro Desemprego

Para efetuar a consulta pela internet, o trabalhador deverá ter em mãos o número do PIS. Esse dado pode ser encontrado na carteira de trabalhado e no cartão cidadão, caso não encontre de alguma forma, procure o departamento pessoal da empresa onde está empregado e consulte. Somente com o número do PIS será possível consultar informações sobre o benefício.

A ferramenta abaixo é disponibilizada pelo Ministério do Trabalho e emprego, e permite que qualquer trabalhador com carteira assinada que tenha direito do benefício, faça a consulta seguro desemprego pela internet, de forma gratuita. Preencha os campos “Número do PIS” e “Senha da Internet” e clique em “consultar“.

Lembrando que o número do PIS pode ser encontrado no cartão cidadão. A senha da internet, caso não tenha ainda cadastrado, basta digitar o número do NIS e clicar em “cadastrar senha” no botão abaixo.

Link para consulta: https://sisgr.caixa.gov.br/internet.do?segmento=CIDADAO01

Se sua consulta foi feita de forma correta, a aplicação irá retornar um relatório com informações sobre seu seguro desemprego, como situação do seguro, tempo de serviço, número de parcelas, status de pagamento e a data em que está disponível para saque, conforma mostra exemplo da imagem abaixo:

consulta seguro desemprego

Tutorial para consultar o Seguro Desemprego

Se mesmo com as explicações acima você ainda tem dúvidas sobre como consultar o seguro desemprego, assista ao vídeo tutorial abaixo. Através do aplicativo Caixa Trabalhador cidadãos podem fazer a consulta dos pagamentos do seguro desemprego, obter informações sobre número de parcelas, valores e outros dados de forma simples e prática. Confira aqui como fazer a consulta. Veja o passo a passo e execute em seu computador.

Sobre o Seguro Desemprego

Para ter direito ao seguro, o indivíduo deve estar desempregado, sem possuir nenhuma renda para o sustento próprio e de sua família, e também não pode estar recebendo outros auxílios do INSS, com exceção de pensão por morte e auxílio-acidente. Além disso, a pessoa deve ter trabalhado, no mínimo, seis meses dentro dos últimos três anos e ter recebido salários consecutivos nesses seis meses.

Após se certificar de que tem direito ao Seguro Desemprego, o indivíduo também precisa estar atento ao prazo, pois tem do 7º ao 120º dia após a sua demissão sem justa causa para solicitar esse auxílio. O requerimento poderá ser realizado junto à Delegacia Regional do Trabalho, ao SINE ou ainda diretamente nas agências da Caixa Econômica Federal.

O trabalhador deverá ir até um desses locais com todos os documentos que são necessários para preencher o requerimento do Seguro Desemprego, como a Comunicação de Dispensa e Requerimento do Seguro, Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho, Carteira de Trabalho, RG, CPF e vários outros. A lista completa de documentos que devem ser levados está no site de Caixa Econômica Federal.

O Cálculo do Seguro Desemprego depende do salário que o cidadão recebia em seu último emprego, mas nunca será inferior a um salário mínimo. Ainda é importante destacar que o pagamento será feito em parcelas que variam de três a cinco, dependendo do tempo que ao indivíduo tiver trabalhado. Confira mais detalhes.

Novas Regras e Prazos

O Governo Federal anunciou uma medida que altera as novas regras para receber o Seguro Desemprego. Com a mudança, os trabalhadores que foram demitidos depois de 28 de fevereiro de 2015 e irão receber o benefício pela primeira vez, terão que ter trabalhado pelo menos 18 meses anteriormente para ter direito ao recebimento de 4 parcelas do benefício.

Para trabalhadores que vão pedir o seguro pela segunda vez, necessitam ter o mínimo de 12 meses de vínculo empregatício antes de dar entrada. Já para aqueles vão pedir pela terceira vez em diante, precisam ter trabalhado 6 meses anteriormente para poder receber as 3 parcelas do seguro. Confira abaixo um vídeo explicativo sobre as novas regras e o que muda em relação ao benefício.

 

Veja também:

Desta forma, o Seguro Desemprego é uma ajuda que o trabalhador recebe do Governo Federal para conseguir continuar sustentando a família enquanto procura uma nova fonte de renda. Muitas vezes, as pessoas perdem o emprego sem a justa causa e, nesse caso, precisam de ajuda até conseguirem restabelecer sua vida financeira.

O benefício é uma demonstração de respeito pelos colaboradores de todos os segmentos que trabalham dia após dia para desenvolverem o país e movimentarem sua economia. Portanto, se você tem direito ao benefício, procure-o!

51 comentários em “Consulta Seguro Desemprego”

  1. O meu seguro desemprego eu dei entrada no periodo certo, só que até hoje o ministério d trabalho nao resolveu meu caso que aparece esse Motivo: CNPJ/CEI bloqueado; Código 63 – CNPJ Bloq. Susp. de Irregularidade. O que eu devo fazer

    Motivo: CNPJ/CEI bloqueado; Código 63 – CNPJ Bloq. Susp. de Irregularidade

  2. Quero saber como tá minha situação ao dá entrada no seguro desemprego alegaram quê recebi uma parcela amais há 15anos me pediram todas as cópias das páginas das minhas carteiras de trabalho pra enviarem pra Brasília até hoje não me deram respostas já tem dois meses

  3. Gostaria de saber poque á razão de tanta demora nas parcelas, uma vez que dei entrada -no seg em ( 17/09/2014 ) Como tinha que desbloquear no minist do trab me dero mais 150 dias de espera para sair as parcelas , portanto só em AGOSTO 2015 …um prazo de 11 meses, pode uma coisa dessa ?

  4. Gostaria de saber o porque de tanta demora para librar as parcelas do sg uma vez que eu dei entrada ( 17 09 2014) como tinha que desbloquear no minist , agendei para- 05 03 2015 – lá deram mas 150 dias, por tanto um prazo de 11 meses, e talvez sai em agosto de 2015… pode uma coisa dessa? COMO FAZ PARA MUDAR ISSO, DEVO COLOCAR ADVOGADO ?

  5. Esse canal fala que vc tem parcela disponível, a pessoa vai em busca e não encontra nada disponível pra ele!!.

  6. MEU ESPOSO EMCAMINHO O SEGURO NO SINE DAI MANDARAM PARA MINISTERIO DO TRABALHO DIZERAM QUE VAI VER SE VAI SER LIBERADO RESPOSTA COM40 A 60 DIAS

  7. ola,dei entrada no meu auxilio e tive problema com meu nome na receita federal ,regularizei mas todas as vezes que eu consulto pra ver se esta liberado e semre diz< notificado divergencia no nome da mae procure o osto do cine onde vc deu entrada .ja tem um tempao oq sera q ouve?

  8. quero saber se tenho direito ao seguro desemprego?
    peguei o seguro 03/09/2013 a 03/01/2014 5 parcelas
    fui registrado 17/02/2014 a 07/02/2015 semdo 11 meses trabalhado
    quero saber se tenho direito do seguro desemprego?

  9. Quero deixar uma dica para quem está desempregado e tem vontade de abrir o próprio negócio. Vi que tem um segmento que parece a crise ainda não chegou, aliás está crescendo. É o de rastreamento de veículos. Tem algumas empresas, como a ARA SOLUTION e BSAT, que montam a empresa toda de rastreamento e preparam as pessoas para esse mercado, como se fosse uma franquia, mas sem ter que pagar pela taxa de franquia ou depois royalties sobre faturamento. Fica a dica. Boa sorte.

  10. Ola,
    Trabalhar durante três meses e o meu contrato foi recindido pela empresa. Mas no ano passado trabalhei um ano e pedi a conta, tenho direito ao Seguro!?

  11. gostaria de saber da comisão do ministerio do trabalho pq não recibir nem uma parcela do meu seguro desemprego so da nis inesistente pf ne gente

  12. Não consigo receber meu seguro trabalhei 5 anos registrada ,acho isso uma falta de respeito pois moro sozinha com meus 2 filhos e pago aluguel,já esta completando os 3 meses alguém sabe me dizer oque devo fazer

  13. Meu caso é idêntico ao do Wallas , aparece que sou autônomo e com renda própria , já enviei ao Ministério do Trabalho toda a documentação exigida , provando que não sou autônomo e que estou desempregado desde junho. 16 anos no último emprego e até agora nada. Alguém pode ajudar-me?

  14. gostaria de saber se vc que trabalhou um ano de carteira assinada for mandando em borra e a msm empresa te recontrato mais depois de 3 messes te manda em bora de novo se pode junta e da entra do seguro

  15. para consultar seguro – desemprego , entre no portal mte e acesse o menu seguro-desemprego.ou va direto no link : sd.maisemprego.mte.gov.br/sdweb/consulta.jsf

  16. Boa tarde,

    Fui no MTE, e min dissero que eu tinha renda própria, e uma empresa, pois eu seria sócio, e por tanto não tinha direito ao Seguro desemprego, mas porem o CNPJ eu já havia saído da sociedade ja a bastante tempo, pois eu tinha parte na sociedade de 1%, e fui no contador, entrar na receita federal e não constava que eu era sócio, o que eu devo fazer?

  17. trabalhei 3. Meses como experiencia e estou trabalhando 1 ano e 5 meses pela empresa mesmo
    Caso seja demitida teria fireto a seguro desemprego

    No caso seria o meu primeiro seguro

    Se alguém puder me tirar essa duvida agradeço

  18. Notei a interrupção do pagamento das minhas cotas do seguro desemprego.
    Estive na CEF e fui informado que o benefício foi cortado porque eu tenho um CNPJ em meu nome como sócio.
    De fato eu tenho essa empresa, mas está sem movimentação e eu continuo sem emprego.
    O site do MTE não funciona e eu pergunto: onde eu posso resolver esse problema ?

  19. Pessoal trabalhei 5 anos e cinco meses e fiz acordo e em seguida registrarão minha carteira com uma prestadora de serviço da mesma empresa,com três meses me demitiram,tenho direito o seguro?

  20. Eu trabalhei 4 anos como empregado doméstico. Fui demitido sem justa causa em janeiro desse ano (2016) . A minha patroa só começou a depositar o FGTS só em outubro do ano passado quando o FGTS de empregado doméstico começou a ser obrigatório. No meu caso, tenho direito ao seguro desemprego? Obrigado!

  21. Prezados Senhores,boa tarde!

    No ano passado fui demitido no dia 02/02/2015 e recebi as 05 parcelas do seguro desemprego,fui reempregado no dia 15/09/2015 e este ano fui demitido novamente em 10/05/2016 sendo que o aviso prévio foi indenizado. Gostaria que os senhores se tenho direito a dar entrada no seguro desemprego novamente?

Deixe um comentário